"Vivo da floresta, protejo ela de todo o jeito, por isso vivo com a bala na cabeça a qualquer hora, porque vou para cima, eu denuncio. Quando vejo uma árvore em cima do caminhão indo para uma serraria me dá uma dor. É como o cortejo fúnebre levando o ente mais querido que você tem, porque isso é vida para mim que vivo na floresta e para vocês também que vivem nos centros urbanos."

Zé Claudio, assassinado em maio de 2011.



terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Belo Monte - Anúncio de uma guerra

Você precisa de energia? E de floresta? Você precisa?



http://catarse.me/en/projects/459-belo-monte-anuncio-de-uma-guerra
Acesse a página e assista ao vídeo que apresentam o projeto através desse link.

Há 2 anos estamos fazendo um documentário independente sobre a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte. Quanto mais filmamos e investigamos, mais claro fica que a obra está sendo imposta pelo governo de forma totalmente arbitrária e irresponsável, sem dialogar com os índios nem com o resto da sociedade.

Acreditamos que esse filme pode interferir nisso, mas para isso precisamos de dinheiro para editar e finalizar o material. Escolhemos o financiamento coletivo, pois mais do que um filme, queremos fazer disso um ato político da sociedade, uma luta pelo acesso à informação e pelo direito de participar das decisões do país.

CONTINUEM DOANDO E DIVULGANDO, pois 114mil é o suficiente para finalizar o filme e disponibilizá-lo na internet, mas NÃO é o suficiente para levá-lo às sala de cinema do Brasil e do mundo. Portanto, quanto mais dinheiro conseguirmos juntar, maiores as chances de o filme ter impacto real na sociedade.

Para ver o orçamento completo do filme, clique aqui

Contato:


Twitter: @belomonteofilme


Equipe:
Direção: André D’Elia
Produção Executiva: Beatriz Vilela, Francisco D’Elia
Direção de Fotografia: Rodrigo Levy Piza, Federico Dueñas
Direção de Som: Téo Villa, Diego Depane
Desenho Gráfico: Federico Dueñas
Montagem: Mauro Moreira
Ass. de Montagem: André Souza
Campanha e Mobilização: Digo Castello, Daniel Joppert, Caio Tendolini e Mundano

 

Faltam 16 dias para o término do período para doações e o filme já conta com mais de 112.000 reais, o que prova mais uma vez a eficiência e a agilidade virtual.

A mídia omite. A população escracha. E há ainda nesse país um bando de gente fazendo de fato a diferença.

Não vejo a hora de divulgar o filme completo, assim que ele estiver disponível na internet.

Enquanto isso cabe a nós, refletir sobre como consumimos toda esta energia, que para chegar até nós exige tanta destruição e ruína.

"É por isso que se diz que energia hidrelétrica no Brasil é muito barata. Ela é muito barata porque não estão computados os custos sociais e ambientais disso. Eles ficam com os lucros e socializam os prejuízos"

Felíciano Pontes Junior









Um comentário:

.bárbara disse...

Uia que iniciativa legal. Estou ansiosa para ver.

Eu tb fiz uma postagem sobre isso ontem, é estranho como a midia, a globo e quem mais quer que seja manipulam tudo! Até nossos pensamentos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...