"Vivo da floresta, protejo ela de todo o jeito, por isso vivo com a bala na cabeça a qualquer hora, porque vou para cima, eu denuncio. Quando vejo uma árvore em cima do caminhão indo para uma serraria me dá uma dor. É como o cortejo fúnebre levando o ente mais querido que você tem, porque isso é vida para mim que vivo na floresta e para vocês também que vivem nos centros urbanos."

Zé Claudio, assassinado em maio de 2011.



sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

E que em 2012...

Se eu párasse para pensar e avaliar como foi esse ano na esfera ambiental...eu concluiria que tudo foi como sempre é...

A ONU decretou que 2011 seria o ano das florestas...e o Brasil comemorou  alterando a legislação ambiental, permitindo que os crimes, sempre cometidos, agora passem a ser legais. E para ignorar de uma vez por todas, as diretrizes da organização, Belo Monte, a trancos, barrancos, escândalos e absurdos diversos e variados sai do papel para deixar ainda mais rastros de sangue no país que extinguiu a árvore que o nomeia.

E quando canto nosso hino nacional...questiono até quando poderemos repetir o verso "gigante pela própria natureza" com legítima propriedade.

E eu nem precisaria olhar para cima para ver tanto descaso...por aqui empreiteiras e prefeituras, depois que o sol se põe, tratam de derrubar o que restou de mata atlântica em nome do progresso. A cada dia um novo animal de rua vem habitar minha cidade, abandonado por quem um dia se comprometeu a cuidar e ama-lo.

Conferências, seminários, diretrizes...tanto se fala e pouco se faz. Governo nenhum quer nos libertar. Empresário nenhum quer ser verde na prática. Ninguém vai perder um centavo do próprio bolso para praticar a sustentabilidade.

O ano vai ser novo, mas as práticas continuam sendo velhas...

Não espere pelo governo, não se iluda com especialistas, unidos, discutindo o futuro do planeta.

Me recuso a fazer parte da boiada, diariamente...e só espero que para 2012...mais pessoas estejam ao meu lado.

Como já disse por aqui, 2011 foi um ano muito bom para mim. Simplesmente porque deixei a internet de lado e fui viver mais a vida lá fora. Porque desisti de mudar o mundo e passei a mudar meu entorno. Porque me foquei mais nas chances que tive para praticar o bem, do que nos momentos que me despertaram raiva.

Simplesmente porque a vida tratou de me apresentar pessoas melhores e mais engajadas. Pessoas que não qualificam suas ações, apenas agem para transformar...


Serigrafia aquarelada de Eduardo Marinho

Léia, cada protetora da associação de amparo aos animais, Deise, Dona Tatiana, a senhora que cuida dos cachorros de rua, que a seguem incondicionalmente, tamanha gratidão. O dono do mercadinho da esquina e o dono da padaria, que também cuidam dos animais que aparecem em suas portas. A senhora que mora próxima a escola e também tem seu bando resgatado. Minha irmã e meu cunhado, que certamente perderam as contas dos animais que levaram para castrar esse ano. Aos que passam em frente ao doberman abandonado como cão de guarda e não o ignoram.

Lucy e sua cooperativa prestes a sair do papel, que vai gerar emprego e propagar a verdadeira sustentabilidade.

A ong Ecosurfi, que heroicamente, conseguiu o direito de deixar livre as praias de Itanhhaém, dos esgotos imundos que destróem um pouco mais a vida, seja ela qual for.

Ao grupo Anonymous, que praticando os ensinamentos de Robin Hood, retirou dos ricos para distribuir aos pobres...

Vida longa a essas pessoas e todas as demais anônimas trabalhando em prol do bem comum, que ignoram a inércia pública e fazem acontecer pelas próprias mãos.

Que em 2012 mais pessoas entendam que churrasco e carvão são sinônimos de morte, não de festa.

Que mais pragas consigam dizimar platantações trangênicas desenvolvidas pela Monsanto.

Que menos chamas se propaguem em tempos de seca pelo cerrado do Brasil.

Que mais pessoas tenham seu direito a moradia, saúde e educação atendidos.

Que menos animais sejam abandonados e torturados.

Que mais pessoas saiam de seu conforto habitual e tomem partido de alguma situação.

Menos assassinos psicopatas garantindo sua fama pelos telejornais e mais heróis sociais mostrando a cara e o trabalho nos canais de televisão.

Menos miséria social e intelectual e mais vontade de realizar.

Enfim, meus votos continuam os mesmo e minhas perspectivas também.

Que o ano de 2012 possa ser bom para quem faz o bem...


4 comentários:

JAFA disse...

"Que o ano de 2012 possa ser bom para quem faz o bem..." -

É o que espero por todos nós e para todos nós...

JAFA disse...

Um lindo 2012 pra vc, amada!

Mariana MT disse...

Amém!

.bárbara disse...

Mariana, vim aqui desejar que 2012 seja um ano cheio de boas novidades para nós, e principalmente para o meio ambiente.

Eu já aprendi que primeiro temos que mudar o nosso mundo, há muito tempo. Só assim damos o exemplo, e as pessoas poderão fazer o mesmo e aí tudo poderá melhorar.

abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...