"Vivo da floresta, protejo ela de todo o jeito, por isso vivo com a bala na cabeça a qualquer hora, porque vou para cima, eu denuncio. Quando vejo uma árvore em cima do caminhão indo para uma serraria me dá uma dor. É como o cortejo fúnebre levando o ente mais querido que você tem, porque isso é vida para mim que vivo na floresta e para vocês também que vivem nos centros urbanos."

Zé Claudio, assassinado em maio de 2011.



quarta-feira, 7 de julho de 2010

E os meus inimigos estão no poder...

Ontem, terça-feira, dia 6 de julho, foram aprovadas as alterações do Código Florestal pelo comissão especial. Como não podia deixar de ser, nossos representantes se envolveram em barracos de diferentes graus e depois de algum tumulto 13 votos a favor e 5 contra. Vitória dos ruralistas!

Agora a matéria segue para plenário da Câmara dos Deputados e em seguida para o Senado.

Sobre as aprovações:

  • Anistia aos desmatadores: quem desmatou pode ficar tranquilo, as multas e demais sanções, aplicadas até 2008, ficarão suspensas até que o Plano de Regularização Ambiental estabeleça como ocorrerá essa regularização (e lá se vão décadas e mais décadas). Cumprindo o plano, nada de multas.

  • Redução das áreas de matas ciliares (próxima a rios) de 30 metros para 15 (sendo que a proposta original pretendia que fossem 7,5m)

  • A compensação florestal poderá ser feita em outras estados, como pediram os agricultores (o sujeito desmata aqui e planta acolá e está tudo dentro da lei!)

  • Os Estados não poderão arbitrar sobre as APPS (áreas de reserva permantente) às marges de rios (proposta original do relatório))

Os ruralistas ficaram ofendidos e acreditam que o novo relatório de Aldo Rebelo ficou ambientalista demais. Os ambientalistas continuam acreditando que essas modificações apenas continuarão a porporcionar e facilitar mais devastação ilegal.

Alguns manifestantes do Greenpeace, numa participação sutil, levantaram cartazes com as seguintes palavras:
“Não vote em quem mata floresta”

E para te ajudar a saber quem são os que matam as florestas, segue abaixo quem votou a favor e contra as aterações do código.


A Orientação dos Partidos:

Contra o relatório de Aldo Rebelo: PSOL, PV, PT.
A favor do relatório de Aldo Rebelo: PPS, PTB, PP, PR, DEM, PMDB.
Liberaram a bancada: PSDB, PSB, PcdoB, PMN


Votação Nominal:

Anselmo de Jesus (PT-RO) - SIM
Homero Pereira (PR-MT) - SIM
Luis Carlos Heinze (PP-RS) - SIM
Moacir Micheletto (PMDB-PR) - SIM
Paulo Piau (PPS-MG) - SIM
Valdir Colatto (PMDB-SC) - SIM
Hernandes Amorim (PTB-RO) - SIM
Marcos Montes (DEM-MG) - SIM
Moreira Mendes (PPS-RO) - SIM
Duarte Nogueira (PSDB-SP) - SIM
Aldo Rebelo (PCdoB-SP)- SIM
Reinhold Stephanes (PMDB-PR)- SIM
Eduardo Sciarra (DEM-PR) - SIM

TOTAL A FAVOR: 13


Dr. Rosinha (PT-PR) - NÃO
Ricardo Tripoli (PSDB-SP) - NÃO
Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) - NÃO
Sarney Filho (PV-MA) - NÃO
Ivan Valente (PSOL-SP) - NÃO

TOTAL CONTRA: 5
Clicando aqui, você tem acesso a lista de todos os deputados e senadores ligados ao setor rural. Todos grandes proprietários de terra. Muitos deles, inclusive, estão respondendo a ações e inquéritos. Basta saber se serão realmente punidos...


Hoje faz 20 anos que o Cazuza morreu, mas os imigos continuam no poder...e talvez nunca saiam de lá. E infelizmente eu também vejo o futuro repetir o passado e um museu de grandes novidades!


3 comentários:

Netto disse...

Excelente Artigo! parabéns!

Mariana M. Thomé disse...

Netto - Muito obrigada! Espero que volte sempre!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Mariana, estou querendo falar contigo. Meu email é caroldaemon@gmail.com
Obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...