"Vivo da floresta, protejo ela de todo o jeito, por isso vivo com a bala na cabeça a qualquer hora, porque vou para cima, eu denuncio. Quando vejo uma árvore em cima do caminhão indo para uma serraria me dá uma dor. É como o cortejo fúnebre levando o ente mais querido que você tem, porque isso é vida para mim que vivo na floresta e para vocês também que vivem nos centros urbanos."

Zé Claudio, assassinado em maio de 2011.



segunda-feira, 8 de março de 2010

Mulheres que fazem a diferença

Desculpem, mas como mulher que sou, não poderia deixar de ser óbvia numa postagem em pleno dia 08 de março. E aqui vou me dedicar a agradecer mulheres de verdade, que lutam e lutaram em favor do meio ambiente, de políticas mais justas tanto ao ser-humano quanto aos animais.

Pensei em não citar nomes para não parecer injusta, mas algumas mulheres devem e serão lembradas aqui, pois desenvolveram ou desenvolvem trabalhos de uma relevância altíssima, merecendo assim a minha menção.

Marina Silva, dispensa maiores explicações, mulher que venceu as dificuldades sociais e trabalha com afinco e dedicação para preservar o meio ambiente e garantir que a vida seja respeitada em todas as suas manifestações. Marina, até os 15 anos era analfabeta, ainda assim ingressou no Mobral e chegou a faculdade. Parceira de Chico Mendes, com ele fundou a CUT. Sua vida política iniciou-se em 1988 quando foi eleita a vereadora mais votada de Rio Branco, posteriormente foi senadora e  recentemente ministra do meio ambiente, por não compactuar com as políticas descabidas do governo Lula, renunciou ao cargo. Hoje é candidata a Presidência da República pelo PV. Marina já ganhou vários prêmios internacionais por seu trabalho na área ambiental.
"Vamos atravessar esse novo século discutindo meio ambiente e desenvolvimento, queiram ou não queiram" (Marina Silva)

Ingrid Newkirk, co-fundadora da ong intenacional PETA (People for the Ethical Treatment of Animals ), dedica a sua vida em favor dos animais, luta para que estes bichinhos sejam tratados com ética e dignidade e felizmente já alcançou muitos objetivos. Várias grifes famosas acabaram com suas coleções que utilizavam peles, depois dos tantos protestos veementes feitos pela ong. Também conseguiu que a GM párassse de realizar os testes de colisão com os animais. Mostrou ao mundo técnicas alternativas para dissecação de animais e conscientiza as pessoas sobre vegetarianismo e os direitos dos animais.
 "Os matadouros deveriam  ser nos restaurantes e supermercados. Deveriam ter uma parede de vidro para que as pessoas vissem os animais e escolhessem. Olhar nos olhos do animal e dizer: "muito bem, cortem o pescoço daquele". (Ingrid Newkirk)

Dorothy Stang, a Irmã Dorothy, norte americana, que se naturalizou brasileira. Desde 1966 atuava na Amazônia junto aos trabalhadores rurais da Região do Xingu, onde lutou pela geração de renda e reflorestamento de áreas degradadas. Ajudou a fundar a primeira escola de formação de professores na rodovia Transamazônica. Foi ameaçada de morte inúmeras vezes e antes de ser assassinada, aos 73 anos com 7 tiros,  chegou a declarar: "Não vou fugir e nem abandonar a luta desses agricultores que estão desprotegidos no meio da floresta. Eles têm o sagrado direito a uma vida melhor numa terra onde possam viver e produzir com dignidade sem devastar". Ela se foi e ficaram seus assassinos, homens marginais e cruéis, protegidos por seus milhões em suas contas bancárias.

Brigitte Bardot, foi um ícone da beleza na década de 50. Desde o início manifestava sua preocupação com os animais, mas por ser mulher e símbolo sexual, não foi muito ouvida. Em 1973 encerrou sua carreira e passou a se dedicar a defesa dos animais. Tornou-se vegetariana mostrou ao mundo o massacra dos bebês focas no Canadá. Em 1986 ergueu a Fondation  Brigitte-Bardot. Atuou também contra as caça das baleias, o uso de casacos de pele e a utilização de animais em testes.
"Eu dei minha beleza e minha juventude aos homens. Agora dou minha sabedoria e minha experiência aos animais. " (Brigitte Bardot)


Peço desculpas a todas as outras grandes mulheres ligadas as causas ambientais não mencionadas aqui: as famosas ou anônimas, as que muito fizeram e as que estão começando. Agradeço a toda mulher que com qualquer pequena atitude já está mudando a forma como as pessoas tratam o planeta e os animais.

Obrigada por terem nascido mulheres, por terem escolhido o ativismo e por sonharem e lutarem por um mundo mais digno tanto para os humanos quanto para os animais. Sinto-me feliz e honrada  por pertencer a um lugar onde existem mulheres desse nível. Obrigada por existirem! 



6 comentários:

Josimary de Faria disse...

Ótimo post. Parabéns a todas nós!

Anônimo disse...

Um beijinho pelo dia de hoje para todas as mulheres e um especial para ti :-) deixo uma citação que adoro

A amizade é uma alma com dois corpos
Aristóteles

LuisFerreira

Mariana M. Thomé disse...

Muito obrigada, Luis.

Anônimo disse...

O que seria do mundo sem a natureza, as crianças, os animais, os poetas, os idealistas e as mulheres. Faltou citar você...

Mariana M. Thomé disse...

Tb acho...o q seria do mundo??? Eu ainda não mereço essa menção, ou quaisquer outras que incluam homenagens. Por enquanto sou apenas uma voz abafada, lutando por de trás de um monitor de computador com as únicas armas que têm: as palavras! Espero ainda voar bem mais alto, um dia...

Anônimo disse...

Parabéns a todas essas mulheres!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...