"Vivo da floresta, protejo ela de todo o jeito, por isso vivo com a bala na cabeça a qualquer hora, porque vou para cima, eu denuncio. Quando vejo uma árvore em cima do caminhão indo para uma serraria me dá uma dor. É como o cortejo fúnebre levando o ente mais querido que você tem, porque isso é vida para mim que vivo na floresta e para vocês também que vivem nos centros urbanos."

Zé Claudio, assassinado em maio de 2011.



quarta-feira, 17 de março de 2010

Bituca de cigarro: dá para reciclar?

Parece inacreditável e surreal, mas é fato: é possível sim reciclar as bitucas de cigarro descartadas tão irresponsavelmente por fumantes no Brasil (e mundo) inteiro. Ontem mesmo, fui levar minha filha na escola, fazendo o trajeto de volta de bicicleta, pela orla da praia, a maré alta trouxe centenas de bitucas que já apodreciam vagarosamente dentro do mar. E não consigo não me indignar. É tão difícil assim para as pessoas simplesmente trazerem consigo o que na praia consumiram???

Enfim, o assunto não tem a ver com minha revolta e sim com a possível reciclagem deste resíduo vilão. Marco Antônio Barbosa Duarte, em 2003, então aluno do curso de Biologia da Universidade de Brasília, sob a orientação da professora do Instituto de Artes Thérèse Hofmann e do professor do departamento de química Paulo Suarez, desenvolveu um projeto de reaproveitamente das bitucas pós uso.

Porque acreditem, mas os filtros de cigarro descartados pelas indústrias e ainda não consumidos já são transformados em papel. A Embrapa de Pernambuco recebe as sobras da Filtrona Brasileira Indústria e Comércio, para testar o uso do material na absorção e retenção de água em solos secos. A empresa tem o ISO 14.002 e, portanto, assegura que todo material gasto na produção é de alguma forma reutilizado.

Como o problema desse resíduo é definitivamente o pós consumo, a idéia do Marco Antônio é muito mais eficiente e abrangente, inclusive. "Aproveitamos toda a bituca: o filtro e o tabaco fornecem as fibras que dão origem ao papel e as cinzas podem servir de base no processo", explica o inventor.

O processo basicamente consiste em  separar as pontas e os filtros que são misturados a soda cáustica e água oxigenada e então cozidos. Essa pasta resultante é colocada para secar e  origina o papel. O reaproveitamento é de 100%, uma bituca que pesa em torno de 0,4 g resultará em 0,4 g de papel reciclável.

É genial ou não é? E o melhor pode ser feita em casa. Ou seja, não precisamos esperar que alguma grande indústria invista em tecnologia para transformar esse resíduo, cada fumante pode fazer sua parte em casa: pára de contribuir com mais lixo para o planeta e ainda têm o seu momento artesão.

Thérèse Hofmann é professora de artes do Instituto de Artes da Universidade de Brasília (UnB), tem como alvo de pesquisa a produção de materiais para a área de artes, como tinta, pincéis e papel, a partir de resíduos variados. Um trabalho realizado em parceria com o Instituto de Química e o Departamento de Engenharia Florestal da universidade.


Saiba mais sobre ela e os outros projetos de reciclagem desenvolvidos na UnB nessa matéria da Folha Online

Outras notícias: Universidade de Brasília
                        Ambiente Brasil

Fonte: Setor Reciclagem

11 comentários:

Mimirabolante disse...

Mariana ,vejo que vc fica tão revoltada como eu,em relação ao descaso das pessoas.......que legal,esta postagem sobre a reciclagem das bitucas....eu não fumo !!!!

Mariana M. Thomé disse...

Muito legal, né? me anima muito descobrir que muitas pessoas trabalham criando soluções para qualquer tipo de resíduo. Acho que estamos muito próximos de nos sustentar a base do nosso próprio lixo.

Anônimo disse...

olá boa tarde!!!
Gostaria de saber, e a faculdade disponibiliza esta tecnologia de reciclagem de bituca de cigarro pois, estou prestes a ampresentar uma soluçao para este residuo, sem um minimo controle de descarte.
Atenciosamente
Marcelo Theodoro

Mariana M. Thomé disse...

Marcelo - todas as notícias que envolvem essa técnica não dão a continuidade do processo, apenas a invenção. Enviei um e-mail para a professora da UNB, mas ela não me respondeu. Mas que notícia boa, saber que vc tb está empenhado em resolver esse grande problema ambiental. Desde já deixo esse blog a sua disposição, para que através de uma postagem, você possa explicar e divulgar seu trabalho. Parabéns! Fiquei muito interessada em saber mais sobre seu projeto.

Mariana M. Thomé disse...

Marcelo - todas as notícias que envolvem essa técnica não dão a continuidade do processo, apenas a invenção. Enviei um e-mail para a professora da UNB, mas ela não me respondeu. Mas que notícia boa, saber que vc tb está empenhado em resolver esse grande problema ambiental. Desde já deixo esse blog a sua disposição, para que através de uma postagem, você possa explicar e divulgar seu trabalho. Parabéns! Fiquei muito interessada em saber mais sobre seu projeto.

Turma disse...

Kibom

suzanagarden disse...

Olá Mariana!
eu criei um processo de reciclagem debitucas em processo 100% natural.
estou em são paulo.
resolvi que a melhor maneira de ensinar o processo é gerando um curso de capacitação que engloba reciclagem de bitucas e de papéis porosos, que vão desde pequenos papelões até saco de cimento.
se quiser informações
reciclagemdebitucas@yahoo.com.br
estou a disposição
acredito que este tipo de iniciativa é emergencial, e uma vez tendo a solução no dia seguinte precisa ser difundida e ensinada!
não é verdade?

Mariana MT disse...

Suzana - sua idéia é excelente, vou entrar em contato com vc.

Anônimo disse...

boa tarde! alguma solucao - empresa em brasilia faz a coleta das bitucas? temos uma casa noturna e precisamos urgente dar um final bom as bitucas de cigarro!
attt. nathalia
devassa.bsb.reserva@gmail.com

Anônimo disse...

Poderiamos enviar tudo para as fabricas de cigarro , talves eles deem um jeito .Esta muito cômodo para eles

Angélica disse...

Estou fazendo um projeto para recolher as bitucas de cigarro, preciso de contato com quem recicla esse resíduo. Por favor entrem em contato e vamos realmente fazer um pouco pelo nosso planeta.
angelicajrabay@yahoo.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...